O Football Manager 2017 vai continuar, à imagem do que tem feito nos últimos anos, a colocar o jogador no papel de treinador de futebol de modo tremendamente fiel. Já foi confirmado pela Sports Interactive que a mais recente versão do popular simulador contará com o Brexit, algo que mudará definitivamente a forma de liderar as equipas das Ilhas Britânicas.

"Entre dois a dez anos a partir do arranque do jogo, o utilizador será confrontado com os efeitos da saída do Reino Unido da União Europeia – transferências instáveis, questões relativas ao emrcado de valores, problemas com as licenças de trabalho e por aí fora", revelou Miles Jacobson, director da SI.

"Tentamos deixar a política fora do jogo, porque ninguém está muito interessado, mas não nos sentiríamos bem por deixar isso de fora. É algo que vamos refletir no jogo", rematou.


Autor: João Seixas