Devido ao interregno verificado pela participação da selecção nacional de Portugal de futsal, na VIII edição da fase final do campeonato do Mundo de Futsal, que se está a realizar na Colômbia, de 10 de Setembro a 2 de Outubro de 2016. Assim o nosso campeonato nacional da primeira divisão, só se iniciará, com a primeira jornada da Liga SportZane, da época de 2016/17, marcada somente para o próximo dia 8 de Outubro de 2016, com a defesa do título a ser defendida pelo campeão da época de 2015/16, o Sporting Clube de Portugal. Campeonato nacional, que vai ser disputado com a participação de 14 equipas, como; AD Fundão; CCRD Burinhosa; CDR Os Vinhais; Centro Social São João Urgicentro; CF "Os Belenenses"; Futsal Azeméis; Leões Porto Salvo; Modicus Sandim; Quinta dos Lombos; Rio Ave FC; Sport Lisboa e Benfica; Sporting Clube de Braga; Sporting Clube de Portugal e Unidos Pinheirense.

Como sempre e em todas as épocas, haverá decerto modo, transferências entre clubes e jogadores e provavelmente um ou outro jogador que por diversos motivos, irá abandonar a sua actividade de futsalistas.

Mas neste momento e nesta hora, não posso deixar de destacar um grande nome do nosso futsal nacional, que marcou uma grande geração de grandes jogadores, de seu nome João Paulo Feliciano Neves Benedito, nascido em Lisboa no dia 7 de Outubro de 1978, que foi um excelente exemplo de um grande jogador e demais evidente, para poder ser seguido e copiado pelos mais jovens e futuros jogadores de futsal. Grande jogador no seu difícil posto de guarda-redes português, que serviu o seu clube de coração, como sénior, entre as épocas de 1995/96 a 2005/06 e na época de 2006/07 representou os espanhóis do Playas Castellón, onde na época seguinte ou seja em 2007/08, regressou ao seu clube de sempre e de coração, o Sporting Clube de Portugal onde foi um grande exemplo como capitão, tendo ao serviço do grande Sporting CP, conquistado 9 Campeonatos Nacionais; 4 Taças de Portugal; 6 Supertaças 1 Taça da Liga Portuguesa.


Representou as cores nacionais de Portugal por 181 vezes, tendo ao serviço da selecção alcançado o seu ponto mais alto, a conquista da medalha de bronze, no IV campeonato do Mundo da modalidade, que se realizou no ano de 2000 da Guatemala, ao bater a Rússia por 4-2.

É o fim de uma grande carreira de um grande jogador, em que um dia depois de ter anunciado o fim da sua carreira desportiva, os responsáveis do clube de Alvalade, afirmaram que o antigo capitão sai pela porta "reservada aos campeões", pela porta grande 10 A", passei a citar.

Infelizmente, como em tudo na vida, pois esta é a filosofia e o lema da própria vida, há um início e um fim, para tudo. Todos os desportistas, sejam eles das mais variadas cores clubísticas, vão decerto perder uma grande figura e um grande exemplo jogador, um grande profissional, que encheu de orgulho especialmente a massa adepta leonina e todos os adeptos que tiveram o prazer de o ver defender a camisola  das Quinas, mas decerto, que tem lugar e espaço reservado no mundo do futsal, pois será muito útil noutras funções…como treinador e transmitir tudo o aprendeu e sabe aos mais jovens.

Autores: Mário da Silva Jesus, 63 anos, reformado