João Sousa brilhou esta quinta-feira a garantir a qualificação para os quartos-de-final do ATP de São Petersburgo, na Rússia, ao derrotar o russo Andrey Rublev por 7-6(3), 3-6 e 6-4, e antes disso impressionou ao mostrar que para além de um grande jogador de ténis, é também um exemplo de que o fair-play ainda está bem vivo ao mais alto nível.

Durante o primeiro set, o vimaranense, de 27 anos, aconselhou o seu adversário a pedir a verificação eletrónica de uma chamada fora por parte do juiz de linha. O português tinha razão e assim Rublev pôde repetir o seu primeiro serviço.

Sousa regressa ao court esta sexta-feira para defrontar Roberto Bautista Agut, número 16 ATP.