O piloto francês Sébastien Ogier (Volkswagen), que se sagrou este domingo campeão mundial de ralis pela quarta vez consecutiva, afirmou que a vitória na Catalunha foi o prémio para uma "temporada perfeita".

"É magnífico. Foi uma época fantástica. Não se pode pedir mais. Ganhei este rali a lutar pela vitória até ao último momento. Foi uma temporada perfeita, num carro perfeito", comentou o francês.

Com o quinto triunfo na Catalunha, Ogier igualou os feitos dos finlandeses Juha Kannkunen e Tommi Makinen, embora continue longe do seu compatriota Sebastien Loeb, que venceu nove edições.

O gaulês venceu com autoridade a 11.ª prova do Mundial, deixando o perseguidor direto, o espanhol Dani Dordo (Hyundai), a 15,6 segundos.

Para os 62 quilómetros do último dia de corrida, Ogier partia com cinco segundos de vantagem sobre Sordo, que terminou em segundo na Catalunha, à frente do belga Thierry Neuville, seu colega na equipa sul-coreana.

"Estou muito feliz pelo comportamento do carro. Tentei encarar a corrida de forma diferente, tendo em conta o acidente que sofri aqui o ano passado, no último troço", lembrou o tetracampeão mundial.

Concluído o Rali da Catalunha, restam duas provas para terminar o Mundial de 2016: Grã-Bretanha (entre 28 e 30 de outubro) e Austrália (entre 18 e 20 de novembro).

Autor: Lusa