José Pedro Fontes revalidou este domingo o título de campeão nacional de Ralis, ao vencer o Rali de Espinho, sétima e penúltima prova do campeonato.

Ao piloto do Citröen DS3 R5 bastava um triunfo em Espinho para revalidar o cetro, uma vez que contava 144 pontos, mais 27 do que Pedro Meireles (Skoda Fabia R5), que foi forçado a abandonar na primeira classificativa.

Fontes tinha caminho aberto para revalidar o título, mas nem assim baixou o andamento, até para recuperar o muito tempo perdido com um pião na Gaia street stage, no sábado.

Com os problemas de Carlos Vieira (Citroen DS3 R5) na primeira passagem por Arestal (16,36 km), a terceira das oitos especiais de classificação do segundo dia do rali, José Pedro Fontes subiu ao segundo lugar da geral.

Até ao final, João Barros ainda animou a luta pelo triunfo no Rali de Espinho, mas o piloto do Ford Fiesta R5 capotou na sétima especial e facilitou a tarefa de Fontes.

No segundo lugar ficou Miguel Barbosa (Skoda Fabia R5), a 01.46,0 minutos do vencedor, e Elias Barros (Ford Fiesta R5) fechou o pódio a 02.03,4.

No final, José Pedro Fontes não escondeu a "imensa satisfação" pela revalidação do título nacional de pilotos, até porque foi também o "primeiro" para a sua navegadora Inês Ponte, que o "merecia".

O Campeonato Nacional de Ralis termina com o Rali do Algarve, a disputar nos dias 12 e 13 de novembro.

Autor: Lusa