A navegadora Inês Ponte tornou-se este domingo a primeira mulher a sagrar-se campeã nacional de ralis, depois de o seu companheiro de equipa, José Pedro Fontes, ter revalidado o título de campeão, no Rali de Espinho.

Inês Ponte, que esta época juntamente com José Pedro Fontes venceu, além do Rali de Espinho, as provas de Serra de Fafe, Vidreiro e Vinho da Madeira, mostrou-se naturalmente satisfeita com o inédito feito.

"Aparentemente estou a fazer história, é curioso porque os navegadores passam um pouco à margem e ainda para mais uma mulher. Sinceramente fiquei muito surpreendida quando o José Pedro me convidou para ser sua navegadora. Hoje, 16 anos depois de me ter estreado na competição, consegui um título. É uma sensação muito engraçada", disse em declarações à assessoria de imprensa da Citröen.

A dupla formada por José Pedro Fontes e Inês Ponte, em Citröen DS3 R5, assegurou o título nacional com um total de 169,5 pontos, mais 54,5 do que Pedro Meireles (Skoda Fabia R5), segundo classificado.

O Campeonato Nacional de Ralis termina com o Rali do Algarve, a disputar nos dias 12 e 13 de novembro.

Autor: Lusa