O português Miguel Oliveira vai submeter-se a uma cirurgia para corrigir a fratura na clavícula direita, anunciou esta sexta-feira o piloto depois da queda sofrida nos treios livres de Moto2 do Grande Prémio de Aragão, em Espanha.

"Nem tive tempo para nada. Tinha entrado em pista e após três curvas aconteceu tudo. Terei que ser operado e optei por regressar já a Portugal para que o procedimento seja feito pelo Dr. Morais Sarmento (...). Sei que estarei bem acompanhado após a intervenção", afirmou o piloto de Almada, em comunicado, depois de lhe ter sido diagnosticada a fratura num hospital perto do circuito de Motorland, em Alcañiz, Espanha.

Miguel Oliveira cai e parte clavícula
Miguel Oliveira vai falhar a 14.ª prova do Campeonato do Mundo de motociclismo de velocidade, que se disputa no domingo, mas conta regressar na corrida seguinte, a 16 de outubro. "Vou estar no Japão no próximo GP, garantidamente", afirmou o piloto da equipa Leopard Racing.


O acidente ocorreu na curva 3 do circuito de Motorland, em Alcañiz, quando a mota do italiano Franco Morbidelli embateu na roda traseira da Kalex pilotada pelo piloto português, que revelou muita dificuldade em levantar-se e abandonar a pista.

Oliveira, 17.º classificado do Mundial da classe intermédia, vai ficar de fora de uma prova que venceu em 2015, na categoria Moto3, uma das seis vezes em que subiu ao lugar mais alto do pódio no ano passado, na caminhada até ao segundo lugar final do campeonato.