O piloto espanhol Dani Pedrosa (Honda), que se despistou na sexta-feira na segunda sessão de treinos livres para o Grande Prémio do Japão de MotoGP, foi operado com êxito à fratura na clavícula direita.

Segundo a equipa do espanhol, a Repsol Honda, Pedrosa foi operado à lesão e teve de imobilizar a perna direita, devido a outra fratura, no perónio, que não requereu intervenção cirúrgica.

Os procedimentos médicos foram realizados no Instituto Catalão de Traumatologia e Medicina do Desporto do Hospital Universitário de Dexeus, em Barcelona, Espanha.

O chefe de equipa que operou o piloto, Victor Marlet, confirmou que a fratura no perónio só foi detetada após um TAC, mas que não necessitou de uma intervenção invasiva, só a imobilização da perna.

O Grande Prémio do Japão, 15.ª prova do Mundial, consagrou o também espanhol Marc Márquez (Honda) como campeão mundial.

Dani Pedrosa não ficou nada bem tratado depois desta queda

Dani Pedrosa não ficou nada bem tratado depois desta queda


Autor: Lusa