Um processo da família de Michael Schumacher contra uma revista alemã, 'Bunte', relativamente a um artigo publicado em dezembro de 2015, já chegou a tribunal. O julgamento começou esta semana e segundo o que disse o advogado da família do antigo piloto alemão, Schumacher não consegue andar e não se levanta, nem com assistência dos médicos.

Felix Damm não quis entrar em pormenores sobre a lenta recuperação do antigo campeão mundial que sofreu um grave acidente de esqui em dezembro de 2013. No entanto, o advogado negou categoricamente a notícia da revista 'Bunte', que referia que Schumi era capaz de andar com a ajuda de terapeutas e também levantar os braços. 

"Não podemos ser forçados, por meio de reportagens escabrosas como essa, a divulgar a condição dele. Schumacher tem direito à privacidade", argumentou o advogado.

Autor: Marta Correia Azevedo