O norte-irlandês Michael Hoey e o francês Romain Wattel conquistaram esta quarta-feira o Pro-Am da 10ª edição do Portugal Masters, o mais importante torneio português, integrado no European Tour, a primeira divisão do golfe profissional europeu, que distribui 2 milhões de euros em prémios monetários e pontos para a Corrida para o Dubai e o Ranking Mundial.

Este ano, o Pro-Am apresentou-se algo diferente, com os três amadores convidados a terem oportunidade de jogar, não com um, mas com dois profissionais, atuando cada um durante nove buracos.

Michael Hoey, um antigo vencedor do Estoril Open de Portugal e do Madeira Islands Open BPI – dois torneios do European Tour que não existem neste momento – tornar-se-á no primeiro jogador a vencer os três grandes eventos portugueses do European Tour se triunfar no domingo no Victoria Clube de Golfe, em Vilamoura.

Quanto a Romain Wattel, é o atual 43º classificado na Corrida para o Dubai e está, por isso, apurado para o Turkish Airlines Open, o primeiro torneio da Final Series do European Tour, que começa em duas semanas, ao qual apenas podem ceder os 70 primeiros da hierarquia europeia, mais 5 convidados e 3 jogadores turcos.

É a primeira vez que o Portugal Masters é o último torneio do European Tour antes do arranque da Final Series e isso dá ainda mais importância ao torneio do Turismo de Portugal, pois os olhos do Mundo do golfe estão todos virados para o Algarve, para saber quem serão esses 70 apurados para a Turquia.

No Pro-Am de hoje, Michael Hoey e Romain Wattel emparceiraram com os amadores Rodrigo Simões de Almeida, Diogo Louro e Francisco Domingues, da equipa do BPI, somando 38 pancadas abaixo do Par.

Os vencedores deixaram a 10 (!) pancadas de distância os segundos classificados, dos profissionais Marc Warren e Eddie Pepperell, e dos amadores Ben Davis, Georgie Bingham e Michael Vaughan, da equipa da YGT.

Ricardo Melo Gouveia foi o único profissional português convidado para o Pro-Am e a sua equipa terminou no 26º lugar, entre 40 conjuntos, totalizando 19 abaixo do Par.

O outro profissional da equipa da PGF foi o inglês Robert Rock e os amadores Júlio Mendes, Manuel Agrellos Jr. e Rodrigo Costa.

O torneio de profissionais do Portugal Masters começa amanhã (quinta-feira) às 8h00, com saídas de dois tees, entre 126 jogadores, 8 dos quais portugueses: Ricardo Melo Gouveia, Tiago Cruz, Hugo Santos, João Ramos, João Carlota, Pedro Figueiredo e os amadores Tomás Silva e Pedro Lencart, sendo este último o português mais jovem de sempre a competir no Portugal Masters, com apenas 16 anos.

O campeão do ano passado, o inglês Andy Sullivan, e o belga Thomas Pieters, têm sido as estrelas mais mediatizadas nestes últimos dias por terem integrado a seleção europeia que há três semanas perdeu a Ryder Cup nos Estados Unidos.

Autor: Hugo Ribeiro/FPG