O presidente da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa (FPTM), Pedro Miguel Moura, tornou-se esta quarta-feira o primeiro dirigente português a integrar a direção da federação europeia, para a qual foi eleito como vice-presidente.

De acordo com o comunicado divulgado pelo gabinete de comunicação da FPTM, Pedro Moura foi escolhido por 36 dos 48 delegados presentes no ato eleitoral, que se realizou em Budapeste, onde decorre o Campeonato da Europa individual.

"Este é um momento de reconhecimento da Europa do ténis de mesa pelo trabalho efetuado pela FPTM ao longo dos anos. No ténis de mesa internacional, Portugal já não é somente um grupo de grandes jogadores", disse Pedro Moura.

O holandês Ronald Kramer foi reconduzido na presidência do organismo continental, tendo como vice-presidentes, além de Pedro Moura, o romeno Cristinel Romanescu, a finlandesa Sonja Grefberg, a alemã Heike Ahlert e o checo Nikolas Endal.

Autor: Lusa