A norueguesa Therese Johaug, heptacampeã mundial de esqui de fundo e campeã nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, foi suspensa provisoriamente por dois meses, anunciou esta quarta-feira a Agência Norueguesa Antidoping.

A suspensão de Johaug, de 28 anos, vai prolongar-se até 18 de dezembro, o que impede a multicampeã mundial de participar na prova de abertura da Taça do Mundo de esqui, que se vai realizar em Ruka, na Finlândia, entre 26 e 27 de novembro.

Johaug teve um controlo antidoping que acusou a presença de clostebol, um esteróide anabolizante proibido pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), que a esquiadora disse ter resultado da utilização de um creme labial usado para tratar queimaduras sofridas durante uma sessão de treinos, em agosto, em Itália.

O médico da seleção norueguesa de esqui, Fredrik Bendiken, assumiu a responsabilidade pelo erro, alegando que não terá reparado que o creme continha a substância proibida pela AMA, que foi detetada num controlo antidoping inopinado realizado a 16 de setembro.

Autor: Lusa