Com 85 quilómetros percorridos e ainda em pleno deserto, José Gonçalves sofreu uma queda violenta durante a corrida em linha das elites, queixando-se de um ombro. Contudo, o ciclista português retomou a prova depois de trocar de bicicleta, isto numa altura em que o pelotão já estava todo esticado por ação do vento e da velocidade.

O ciclista português, que era até o homem da seleção para fazer uma boa chegada em caso de pelotão compacto, acabou no entanto por abandonar ao km 100, a 157 da meta. Gonçalves parou no ponto de assistência técnica e abastecimento queixando-se de novo do ombro.

Entretanto, Sérgio Paulinho também abandonou pouco depois e Nelson Oliveira fez o mesmo a 60 km do final da corrida

(notícia atualizada às 13H40)

Autor: Ana Paula Marques. Doha, Qatar