A estratégia do Manchester United para a próxima temporada sofreu um percalço com o anúncio de Pep Guardiola como treinador do Manchester City. A confirmação deu força aos rumores sobre a substituição de Louis van Gaal por José Mourinho no comando técnico dos red devils, com outro dado a ser lançado pelo pai de Neymar, que revelou estar na posse de uma proposta de 190 milhões de euros. A reunião do técnico português e do avançado brasileiro do Barcelona em Old Trafford será a arma ideal para opor aos poderosos citizens.

A comunicação social britânica lidera a onda de especulação que se sustenta em dois protagonistas de enorme calibre e peso suficiente para arrastar o tema para o palco internacional. Uma das teses adiantadas é que a língua portuguesa que une Mourinho e Neymar é determinante para obter sucesso na batalha com o rival de Manchester, no que se espera ser uma corrida a dois pelos títulos em Inglaterra.

A língua inglesa é depois apontada como factor que pode pesar muito a favor de Mourinho na escolha que será feita pelo conselho de administração do United. Com os administradores muito divididos, o domínio do inglês junta-se à competência e à experiência do treinador português, que conta ainda com o aval de Alex Ferguson - antigo treinador dos red devils e atual membro do conselho não executivo do clube - na "luta" com Diego Simeone (Atlético Madrid), Antonio Conte (seleção de Itália), Massimiliano Allegri (Juventus) e Jorge Sampaoli (ex-selecionador do Chile).

Autor: António Espanhol