O Nápoles 'tropeçou' esta quarta-feira no terreno do Génova (0-0) e permitiu à Juventus alcançar a liderança isolada do campeonato italiano, com uma goleada sobre o Cagliari, por 4-0, na quinta jornada.

Em Turim, ao intervalo, os campeões italianos já venciam por 3-0, com golos de Rugani, aos 14 minutos, do argentino Higuain, aos 34, e do brasileiro Daniel Alves, aos 39. Na segunda parte, já sem o guarda-redes Buffon, que saiu lesionado, Ceppitelli colocou a bola na própria baliza, aos 84, e fechou o resultado.

Do lado do Cagliari, que caiu para a zona de despromoção, o internacional português Bruno Alves foi titular no centro da defesa.


Este resultado permitiu à Juventus saltar para o primeiro lugar da Serie A com 12 pontos, mais um que o Nápoles, que ficou a zero em Génova. Miguel Veloso, castigado, não atuou pela equipa da casa.

O grupo de terceiro classificados, todos com 10 pontos, é composto pelo surpreendente Chievo, que bateu em casa o Sassuolo, por 2-1, pelo Inter Milão e pela Roma.

João Mário voltou a ser titular na formação de Milão e, aos 17 minutos, assistiu Icardi no segundo tento da sua equipa, no triunfo por 2-0 no terreno do Empoli. O avançado argentino já tinha marcado antes, aos 10.

Por seu lado, na capital, a Roma goleou o Crotone, lanterna-vermelha, por 4-0, com destaque para um bis do bósnio Dzeko.

A Fiorentina, do treinador português Paulo Sousa, foi ao campo da Udinese empatar a duas bolas, depois de ter estado duas vezes em desvantagem no marcador, e caiu para o oitavo posto, com sete pontos.

Autor: Lusa