Depois de três derrotas consecutivas, Mourinho conseguiu voltar às vitórias com um triunfo por 3-1 frente ao Northampton, da League One (terceiro escalão do futebol inglês), e, no final do jogo, insurgiu-se contra os que o criticaram durante a última semana.

"Tivemos uma má semana. Sei que o mundo está cheio de Einsteins, sei que tentaram apagar 16 anos da minha carreira, tentaram algo incrível como apagar a história do Manchester United e centrarem-se numa má semana com três maus resultados. Mas é assim o novo futebol, cheio de Einsteins", disse o treinador português em entrevista ao canal do clube dos red devils.

No entanto, o português mostrou-se compreensivo com o descontentamento dos adeptos do Manchester United. "Percebo que os adeptos estejam desapontados pelo que se passou na semana passada, mas tenho a certeza que apoiarão a equipa como sempre", disse.


Mourinho ainda falou da exibição de Marcus Rashford, que saiu do banco para marcar o terceiro golo do United, numa jogada estranha em que o guarda-redes do Northampton perdeu a bola para o jovem inglês. "Nessa situação não se trata de velocidade, mas sim de atitude. Não acredito que seja preciso seres rápidos, precisas de agressividade mental, pressionar a defesa e o guarda-redes. Ele tem isso e outros não o fazem", disse.

O Manchester United seguiu em frente na Taça da Liga Inglesa e vai, agora, defrontar o Manchester City, de Guardiola.