As regras em Inglaterra são claras e proíbem os treinadores de tecer qualquer comentário sobre o trabalho dos árbitros, seja antes ou depois dos jogos. José Mourinho 'esqueceu-se' desse pormenor e, antes do duelo com o Liverpool, partida que terminou num nulo, considerou que o encontro de segunda-feira iria ser "difícil" para o árbitro Anthony Taylor, algo que lhe poderá custar, uma vez mais, uma sanção por parte da Federação Inglesa (FA). Para já, a FA decidiu abrir uma investigação às palavras do técnico, que terá até sexta-feira para apresentar a sua defesa.

De resto, de referir que, após a partida, Mourinho voltou a falar do árbitro, mas aí com uma dose de ironia. "Posso falar sobre o árbitro sem ser punido?", questionou, voltando-se para o assessor do clube. "Teve um bom jogo e estou feliz por ele, porque pessoas com responsabilidades colocaram imensa pressão sobre si. Seria difícil para ele ter uma boa atuação, algo que acabou por ter", elogiou.

Autor: Fábio Lima