André Villas-Boas vai deixar o Zenit no final da temporada e o seu sucessor até pode ser português. Os responsáveis do emblema russo aproveitaram a estadia no nosso país, antes do jogo de hoje com o Benfica, para reunir com o agente do ainda treinador do Monaco. Mohamed Afzal ouviu as condições do Zenit e irá apresenta-las a Leonardo Jardim que, em França, está no 2.º lugar do campeonato a… 24 pontos do líder PSG.

Como se sabe, André Villas-Boas rejeitou a proposta de renovação apresentada em setembro e vai mesmo deixar a Rússia no verão. O presidente do Zenit, Alexander Diukov, referiu numa entrevista publicada ontem que já está no terreno à procura de um sucessor, frisando que o "passaporte não é importante". Isto porque, no final de outubro do ano passado, o ministro do Desporto informou que pretendia proibir treinadores estrangeiros na Rússia na nova temporada.

O líder do Zenit não acredita que a lei vá para a frente e Leonardo Jardim surge como uma das fortes possibilidades para render Villas-Boas e as conversações já se iniciaram. Apesar de ter contrato até 2019, o madeirense poderá ver com bons olhos a mudança para a Rússia onde terá melhores condições para se sagrar campeão nacional.

Autor: Ricardo Vasconcelos