O colombiano Radamel Falcão deixou na quinta-feira o hospital em Monte Carlo onde tinha passado a noite anterior em observação, devido a uma concussão cerebral sofrida no jogo de quarta-feira, com o Nice, do campeonato francês.

Apesar de os exames médicos não terem revelado qualquer lesão grave, o protocolo médico determinou que o antigo avançado do FC Porto se mantivesse em observação, em consequência do choque violento com o guarda-redes do Nice, que venceu o encontro da sexta jornada da prova por 4-0.

O treinador do Monaco, o português Leonardo Jardim, lamentou a lesão do colombiano, de 30 anos, resultando do que qualificou de "entrada própria de um jogo de râguebi", manifestando-se surpreendido por o árbitro ter assinalado falta contra a equipa monegasca.


Com Ricardo Pereira no onze inicial, o Nice goleou o Mónaco, por 4-0, e isolou-se na liderança do campeonato, retirando o comando à equipa do principado, pela qual João Moutinho e Bernardo Silva alinharam de início.

Depois disto, Falcão foi parar ao hospital...

Depois disto, Falcão foi parar ao hospital...


Autor: Lusa