Com o golo sofrido ante o Monaco, marcado pelo português Bernardo Silva, o guarda-redes russo Igor Akinfeev viu prolongada uma daquelas sequências que nenhum guardião quer ter. É que, com mais este tiro encaixado, o número 1 do CSKA Moscovo passa a totalizar 40 jogos consecutivos a sofrer golos na Liga dos Campeões, o que em termos temporais corresponde a quase dez anos!

A última vez que o guardião, de 30 anos, não sofreu um golo na Champions foi, então, a 1 de novembro de 2006, diante do Arsenal, pelo que, à data do próximo encontro da prova - a 2 de novembro -, já terá mesmo passado uma década desde a última vez que o Akinfeev, que em tempos foi apontado como um potencial melhor guarda-redes do Mundo.

De lá para cá, Akinfeev sofreu sempre golos, tendo pelo caminho conhecido até jogadores bem conhecidos do nosso futebol. Curiosamente, esta série sempre a sofrer golos começou em 2006/07, num jogo no qual foi batido por Quaresma e Lucho González, na vitória do FC Porto em Moscovo por 2-0; ja na temporada passada, no playoff, sofreu nos dois jogos com o Sporting, com golos de Teo Gutiérrez (2) e Slimani (1).

Autor: Fábio Lima