A polémica entre Pep Guardiola e Dimitri Seluko, agente de Yaya Touré, conheceu mais um episódio. Após o técnico do Manchester City ter exigido um pedido de desculpas para que voltasse a colocar o jogador em campo, o empresário respondeu de imediato.

"Pedirei desculpa a Guardiola quando ele pedir a Pellegrini pelo que lhe fez", comentou Seluko em declarações à Sky Sports, aludindo ao facto de o treinador espanhol ter acordado a ida para os citizens quando o chileno ainda estava em funções.

Mas o empresário foi ainda mais longe, acusando Guardiola de se achar um rei: "Ganhou uns jogos e já se acha o rei. Vivo na Europa, e portanto posso dizer o que me apetecer. Guardiola não me pode calar".


Recorde-se que tudo começou quando Seluko criticou o facto de Touré ter ficado de fora da lista para a Liga dos Campeões.

Autor: Luís Miroto Simões