Nuno Morais, jogador do APOEL, reencontra, esta terça-feira, José Mourinho, treinador que o orientou durante a experiência em Londres com a camisola do Chelsea.

“Fui treinar durante uma semana e ele gostou de mim. Aprendi muito com Mourinho. Ensinou-me os conceitos do meio-campo, porque comecei por ser central no Penafiel”, disse.

Durante os dois anos que vestiu a camisola dos blues, Nuno Morais teve poucas oportunidades de demonstrar o seu valor. “Era difícil conseguir jogar, quando havia Makélélé, que sempre foi o meu ídolo, Essien e Lampard. Não guardo rancor a Mourinho. Com esses nomes era quase impossível jogar. Gosto muito da atitude dele. Trata todos de igual forma, suplentes e titulares”.

O jogador do APOEL teceu ainda rasgados elogios a Xabi Alonso, jogador do Real Madrid, que considera o seu ídolo.

“Sou um jogador tático, como ele. Há jogadores que passam despercebidos, mas que são importantes para a equipa. Xabi [Alonso] combina a função de fazer jogar com a de impedir o desequilíbrio defensivo”.

Nuno Morais, que se transferiu para o APOEL em 2007, é uma das figuras da equipa cipriota na excelente campanha na presente edição da Liga dos Campeões. Contudo, o médio português revela que tentaram demovê-lo da ida para o Chipre.

“Muita gente dizia-me: 'Não vás para o Chipre!”. Não me arrependi, deram-me uma oportunidade e hoje estamos no quartos-de-final da Liga dos Campeões”, finalizou.