O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, afirmou esta sexta-feira que os seus jogadores vão ter de "ser rigorosos" para vencerem o dérbi de domingo com o Moreirense, da sexta jornada da Liga NOS.

O timoneiro vitoriano disse esperar "uma resposta muito positiva" da equipa ao empate caseiro com o Belenenses (1-1), antecipando um bom jogo entre as duas equipas de Guimarães na I Liga, que, a seu ver, já poderiam ter mais pontos pela qualidade até agora exibida, e ainda muitas dificuldades para os seus jogadores.

"É um dérbi. É sempre um jogo muito especial para as duas massas associativas. É um jogo difícil, que nós queremos vencer, sabendo que vamos ter de trabalhar muito, de ser rigorosos e de vestir o fato-macaco para conquistar três pontos", adiantou na conferência de imprensa de antevisão ao desafio.


O técnico assegurou que "a equipa vai manter a mesma toada" das partidas anteriores, mantendo o critério de jogar bem para vencer mais vezes, mas reconheceu que as "condições muito específicas" do terreno dos 'cónegos' vão obrigar a mudanças a nível estratégico, em algumas fases do jogo.

Pedro Martins assumiu também que alguns erros em bolas paradas, como aconteceu no golo sofrido com o Belenenses, têm retirado pontos que o Vitória, na sua perspetiva, não deveria ter perdido, mas mostrou-se confiante na melhoria da equipa nesse capítulo.

"Vai haver alturas em que os adversários nos vão criar mais oportunidades e vão ter dificuldades em fazer golos. Estamos a melhorar o nosso processo e tenho a certeza que a equipa, a qualquer momento, vai estar, nesse aspeto, mais consistente", antecipou.

O técnico disse também não sentir peso na consciência por algumas das opções disponíveis não terem até agora sido utilizadas, explicando que o campeonato é longo, que o clube também tem ambições na Taça de Portugal e que, por isso, vai haver oportunidades para todos.

Pedro Martins abordou igualmente a prestação de Hernâni no jogo contra os 'azuis' do Restelo, tendo dito que o jogador emprestado pelo FC Porto fez um bom jogo até aos 60 minutos e que é mais um jogador entre outras alternativas válidas para as alas.

"Temos o Raphinha, o Alex, o Xande Silva, o Marega. O Hernâni é mais um. O Raphinha tem estado muito bem. Tem um problema desde o jogo do FC Porto e está condicionado, mas estou feliz com o plantel", garantiu, tendo ainda dito que o médio sul-africano Zungu tanto pode estar disponível daqui a 15 dias como daqui a dois meses.

O Vitória de Guimarães, 10.º classificado, com sete pontos, defronta o Moreirense, 13.º, com quatro, no domingo, pelas 20h15, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em partida que será dirigida pelo árbitro Bruno Paixão, da Associação de Futebol de Setúbal.

Autor: Lusa