O Belenenses deixou ainda mais evidente um dos principais problemas do V. Guimarães neste arranque de temporada: a defesa minhota prossegue demasiado permeável. São 8 golos sofridos em apenas 5 jogos do campeonato, numa situação que mereceu um reparo de Pedro Martins, em jeito de alerta ao seu grupo de trabalho.

No final do jogo com o Belenenses, o treinador assumiu o erro defensivo – no caso do lateral-esquerdo Rúben Ferreira – no tento que permitiu aos lisboetas empatar a partida, lamentou esse novo golo encaixado num lance de bola parada e garantiu que isso não sucedeu por falta de trabalho de casa. Certo é que para encontrar um arranque do Vitória tão permeável quanto este em termos defensivos é preciso recuar quatro anos, até 2012/13. Nessa altura, a equipa também sofreu oito golos nas primeiras cinco jornadas.

Apesar de a ferida estar aberta, Pedro Martins tem transmitido confiança ao sector defensivo, pois só anteontem mexeu nele, para mudar o lateral direito. Mesmo assim, a equipa voltou a sofrer, sendo que, nestas cinco rondas, as redes de Douglas só não abanaram frente ao Marítimo. Os problemas defensivos acabaram, assim, por atirar para segundo plano o regresso de Hernâni, que foi bastante prometedor. 


Autor: Nuno Barbosa