Depois de ter visto o Conselho de Justiça da FPF rejeitar o recurso interposto no sentido de anular o castigo de 30 dias de suspensão aplicado a Frederico Varandas, o Sporting decidiu levar o caso ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAD).

Record sabe que a estrutura leonina está disposta a ir até às últimas instâncias para defender o seu diretor clínico. Mesmo reconhecendo que o médico se excedeu nos protestos para com a equipa de arbitragem do clássico com o FC Porto, o Sporting entende que a sanção é desfazada da realidade, pois estará sustentada na afirmação da palavra 'roubo' por parte de Frederico Varandas, algo que os leões garantem não ter acontecido.

Autor: António Adão Farias