Impedido de se sentar no banco de suplentes em face da suspensão de dois jogos aplicada depois do sucedido em Madrid, Jorge Jesus admitiu que esta terça-feira, diante do Borussia Dortmund, viu o encontro com um sentimento de impotência.

"É diferente. Acabas por ter sentir um pouco impotente... Aliás, sentes que és totalmente impotente, mas isso já sabia que seria assim. Vi o jogo, não diria como espectador, mas não pude intervir no que se passava", explicou.

Autor: Fábio Lima