As 'guerra' de contas entre Sporting e Benfica teve esta sexta-feira mais uma batalha, com Nuno Saraiva a recorrer ao Facebook para acusar as águias de incoerência nos números sobre a transferência de Renato Sanches. "Organizem-se!", exclama o diretor de comunicação do Sporting, a abrir o post.

"Eu bem queria estar apenas concentrado na minha Casa e na minha Família, isto é, no Sporting Clube de Portugal. Porém, quando as evidências são grandes e saltam à vista, é impossível calar-me perante a incompetência", atira, recordando a entrevista de Vieira à TVI, onde "jurou que a venda do jogador Renato Sanches tinha sido feita em 'cash'". "Ora, o que isto significaria era que o valor extra objetivos tinha sido pago a pronto", recorda.

Saraiva pega então no comunicado do Benfica à CMVM, onde lê-se que "a rubrica de caixa e equivalentes de caixa aumentou essencialmente devido ao recebimento no final do exercício da primeira prestação do valor da alienação do atleta Renato Sanches". Para o diretor de comunicação dos leões, "o que isto quer dizer é muito simples: se há o pagamento de uma prestação não há pagamento a pronto, ponto final!". 

O responsável leonino volta a dizer que "Luís Filipe Vieira não percebe nada de futebol" e que "de finanças percebe exclusivamente Domingos Soares Oliveira". "Mas era bom que ambos falassem um com o outro, quanto mais não fosse por telemóvel. É que assim, com tanta desafinação, além de assistirmos ao vivo a uma triste figura, ficamos todos com a legítima suspeita de que, em matéria de contas, o Benfica é artista", conclui.


Autor: Sérgio Krithinas