Augusto Inácio considerou que o Sporting cometeu frente ao Rio Ave "erros posicionais que não são normais nomeadamente por parte dos dois laterais". O antigo diretor de Relações Internacionais do clube leonino assinalou o menor rendimento "do lado esquerdo" dos leões. "Campbell nunca ajudou Bruno César e o Bruno César sentiu dificuldades com o Gil Dias", disse no programa "Play-Off" da SIC Notícias.

Inácio acrescentou que na 2.ª parte o Sporting procurou encontrar uma solução mas que o Rio Ave "continuou sempre muito organizado". "Se o Sporting tivesse marcado nos 10/15 primeiros minutos era capaz de equilibrar o jogo", continuou.

Sobre a disparidade de rendimento face ao que se passou em Madrid, Inácio disse nessas circunstâncias a "tendência é cair um bocadinho". "O jogo de quarta foi muito exigente. O Sporting fez uma bela partida, deixou uma imagem muito boa, teve de apelar a todas as suas forças", continuou.


Inácio lembrou que a "camisola e o nome Sporting" não bastam para ganhar. "O Rio Ave teve o seu mérito", concluiu.

Autor: Sandra Lucas Simões