Está desfeita uma das maiores dúvidas das últimas semanas do plantel do Sp. Braga. André Pinto vai mesmo falhar o jogo da Liga Europa com o Konyaspor. O capitão até subiu ao relvado no dia de ontem para realizar treino ligeiro, mas ainda não deve estar em condições de regressar à titularidade. Sendo assim, e com Ricardo Ferreira também afastado das opções, José Peseiro terá de manter a aposta na dupla de centrais que estreou na Taça de Portugal, há três dias: Rosic e Velázquez. O sérvio, de 23 anos, e o uruguaio, de 22, conheciam-se apenas dos treinos e diante da AD Oliveirense foram travando as tímidas investidas da formação do Campeonato de Portugal. Só o erro de Velázquez, já em período de descontos, permitiu o tento de honra da formação amadora.

Em Konya, os guerreiros vão jogar uma cartada decisiva na fase de grupos da Liga Europa, depois de terem somado apenas um ponto nas duas primeiras jornadas. O próprio presidente António Salvador já veio publicamente afirmar que a margem de erro é reduzida. Não sofrer golos será meio caminho andado para o sucesso e terá mesmo de ser com Rosic e Velázquez que José Peseiro abordará este jogo. A dupla chega à titularidade após várias contrariedades no eixo da defesa que começaram ainda na pré-epoca com a lesão grave de Ricardo Ferreira. Seguiu-se a saída de Boly para o FC Porto e, mais recentemente, o problema físico já referido de André Pinto. Nessa altura, também Velázquez se encontrava entregue ao departamento médico e Artur Jorge teve de saltar da equipa B para fazer quatro jogos, dois deles frente a Benfica e Shakhtar Donetsk.

Nesse período, o Sp. Braga somou apenas uma vitória e o jogo da Taça de Portugal surgiu para recuperar a confiança. Segue-se uma deslocação à Turquia onde há muito a ganhar... 


Autor: Ricardo Vasconcelos