O treinador do Nacional, Manuel Machado, disse esta sexta-feira que a vitória no dérbi com o Marítimo poderá revelar-se importante, no sábado (16 horas), na deslocação ao terreno do Feirense, em jogo referente à 6.ª jornada da Liga NOS.

O técnico da equipa madeirense diz que, depois da vitória por 2-0 sobre os verde-rubros na jornada anterior, notou notado um "ambiente mais desanuviado", que resultou na criação de "um elã mais forte", durante a semana de trabalho.

"Sempre trabalhámos, conscientes da qualidade que temos e sabíamos que iríamos reverter o ciclo negativo que atravessamos. Por muito que se diga, as vitórias são sempre positivas e importantes, porque garantem um outro elã. Por isso, esta semana foi igual às outras, em termos de trabalho e planeamento, mas notou-se um ambiente mais desanuviado, porque houve um ganho de confiança, por termos ganhado o último jogo", observou, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo.


Contudo, o treinador dos insulares, pediu aos seus jogadores que não se deslumbrem, pelo triunfo conseguido no dérbi, porque "qualquer tipo de relaxamento, proveniente da confiança excessiva, (...) dará errado".

"Mas os jogadores têm a consciência disso, na medida em que só uma nova vitória dará consequência positiva na partida frente ao Feirense de grau elevado de dificuldade", considerou Machado.

O técnico destacou ainda a experiência do treinador do Feirense, José Mota, que "tem muitos anos de Liga e, por isso, conhece bem o que tem entre mãos, pois tem também uma equipa coesa, formada por muitos jogadores com experiência, que teve um arranque de época que, para um recém-promovido, não era esperado".

Face ao trajeto do Feirense, com três vitórias nas cinco primeiras jornadas, Manuel Machado conclui que este será "um jogo muito difícil".

"Mas que queremos ganhar, para dar sequência à vitória conseguida frente ao Marítimo. No futebol de hoje, o detalhe acaba por ser determinante e penso que, excluindo os três grandes, as equipas são muito iguais, apesar de haver alguns plantéis mais apetrechadas. No entanto, os jogos entre estas equipas decidem-se por momentos de concentração e inspiração", afirmou.

Nacional e Feirense, são, para Manuel Machado, "conjuntos que se equivalem e que, por isso, o jogo será decidido nos detalhes".

Agora com mais opções, após um período de turbulência, motivado por lesões e jogadores internacionais ausentes, o treinador dos madeirenses respira com mais alívio: "As coisas vão-se estabilizando, temos um quadro mais abundante de soluções que nos permite um maior leque de escolhas, uma vez que, neste momento só temos dois jogadores indisponíveis", concluiu.

Autor: Lusa