O Nacional seguiu este domigo em frente na Taça de Portugal, ao vencer na visita ao Estarreja, do Campeonato de Portugal, por 3-1, na terceira ronda da prova.

A formação orientada por Manuel Machado inaugurou o marcador aos 43 minutos, por intermédio de César, defesa central emprestado pelo Benfica.

A diferença entre as duas equipas acentuou-se no segundo tempo, altura em que a equipa insular marcou mais dois golos, através de Roniel (53 minutos) e Salvador Agra (55').

Na última meia hora, o Nacional começou a gerir a vantagem e o Estarreja aproveitou para reduzir para 3-1 e até podia ter marcado mais golos.

Apesar de atuar num escalão inferior, o Estarreja entrou pressionante no jogo, mas foi o Nacional a criar o primeiro lance de perigo, aos sete minutos, quando Mauro Cerqueira surgiu à entrada da área a rematar forte para uma defesa de João Oliveira para canto.

Na resposta, aos 17 minutos, na sequência de um canto do lado esquerdo do ataque do Estarreja, a bola sobrou para Alex Oliveira que rematou rasteiro, mas Rui Silva impediu o golo.

Aos 25 minutos, a formação insular voltou a levar perigo à baliza do Estarreja, com Rui Correia a rematar contra João Oliveira e na recarga Bonilla surgiu isolado, mas também não conseguiu desfeitear o guardião da equipa da casa, que fez a 'mancha'.

Aos 33 minutos, Salvador Agra, na conversão de um livre, a meio do meio-campo do Estarreja, fez a bola embater com estrondo na barra da baliza defendida por João Oliveira.

Cerca de cinco minutos depois, o Estarreja esteve muito perto de marcar, com Jonathan a rematar à entrada da área, mas Rui Silva defendeu em cima da linha.

Não marcou o Estarreja, marcou o Nacional. Aos 43 minutos, na sequência de um livre convertido por Tiago Rodrigues no lado direito do ataque dos visitantes, a bola chegou até César, no segundo poste, que rematou para o golo.

Na segunda parte, a formação comandada por Manuel Machado entrou com vontade de resolver a partida e aos 53 minutos chegou ao segundo golo, através de Roniel, que recebeu a bola no 'coração' da área e rematou por baixo do corpo do guarda-redes do Estarreja.

Dois minutos depois, a equipa insular voltou a ampliar a vantagem com Jota a cruzar para a pequena área, onde Salvador Agra isolado, só teve de encostar para o golo.

Apesar da desvantagem no marcador, o Estarreja não desistiu e conseguiu chegar ao golo de honra e, aos 67 minutos, conseguiu-o por intermédio de Alex Oliveira que, frente a frente com Rui Silva, picou a bola por cima do guardião do Nacional.

Aos 70 minutos, Jonathan voltou a ameaçar a baliza do Nacional, surgindo na 'cara' de Rui Silva, rematando forte, para defesa do guarda-redes anfitrião.

Poucos minutos depois, foi a vez do lateral direito do Nacional Vítor Silva negar o golo a Jonathan, com um corte em cima da linha de golo.

Jogo no Estádio Tavares da Silva, em Estarreja.

Estarreja - Nacional, 1-3.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, César, 43 minutos.

0-2, Roniel, 53.

0-3, Salvador Agra, 55.

1-3, Alex Oliveira, 67.

Equipas:

Estarreja: João Oliveira, André Cancela, Gustavo Magalhães, João Pinho, João Carela (Tiago Marmelo, 75), João Pinto, Miguel Silva (Alexandre Brandão, 57), André Silva (Hugo Justiça, 57), Fredy Amorim, Alex Oliveira e Jonathan Oliveira.

(Suplentes: Marco Sá, Hugo Justiça, Tiago Marmelo, Alexandre Brandão, Leandro Almeida, Marcelo Santos e João Alves).

Treinador: Sandro Botte.

Nacional: Rui Silva, Vítor Garcia, César, Rui Correia, Mauro Cerqueira, Washington (Jota, 46), Tiago Rodrigues (Willyan, 60), Aly Ghazal, Salvador Agra, Bonilla (Ricardo, 56) e Roniel.

(Suplentes: Bolat, Nuno Sequeira, Jota, Vítor Gonçalves, Willyan, Geraldo e Ricardo).

Treinador: Manuel Machado.

Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Jonathan (20), Washington (27), Carela (42), Alex Oliveira (71), Gustavo Magalhães (77) e Willyan (89).

Assistência: Cerca de 1.000 espectadores.

Autor: Lusa