O Marítimo qualificou-se este domingo para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, ao vencer na Figueira da Foz a Naval 1.º de Maio, por 4-0, com todos os golos a serem marcados na segunda parte de um encontro disputado... no campo de treinos do Estádio Municipal José Bento Pessoa - cuja relva se encontra estragada e a ser alvo de um tratamento de choque.

Um bis do arménio Ghazaryan, aos 72 e 76 minutos, um golo de Brito, aos 61, e outro de Dyego Sousa, aos 88, confirmaram o favoritismo da equipa da Madeira, diante de uma Naval, do Campeonato de Portugal, que procurou disputar o jogo de igual para igual.

O jogo começou dividido e com poucas ocasiões de perigo, com a Naval a criar a primeira situação de perigo, aos 23 minutos, com um remate de Sérgio Grilo, que também é o treinador da equipa da Figueira da Foz.

Ainda se registaram alguns remates por parte do Marítimo na primeira parte, tendo estado próximo de abrir o marcador aos 37 minutos, por Esquerdinha, com o remate a ser defendido pelo guarda-redes anfitrião.

A segunda parte já foi completamente diferente, com um Marítimo mais aguerrido, a pressionar mais e a dar uso do seu potencial ofensivo.

O primeiro golo ocorreu aos 61 minutos, com um remate colocado de Brito, após assistência de Dyego Sousa, que saiu do banco aos 59 minutos para se afirmar como um dos melhores jogadores em campo.

Além desta assistência, Dyego Sousa deu ainda um golo a Ghazaryan aos 72 minutos, acabando por coroar a sua exibição com um remate bem colocado aos 89 minutos, sem hipótese para o guarda-redes da equipa da Figueira da Foz.

A partir do primeiro golo, a Naval ainda tentou reagir, mas não conseguiu criar qualquer oportunidade durante a segunda parte.

Jogo no Campo de Treinos do Estádio Municipal José Bento Pessoa.

Ao intervalo: 0-0

Marcadores: 0-1, Brito, 61 minutos, 0-2, Ghazaryan, 72 minutos, 0-3, Ghazaryan 76 minutos, 0-4, Dyego Sousa, 88 minutos

Naval 1.º de Maio: Igor Ribeiro, Sérgio Grilo, Frederico Jesus, André Machado, Jourdan Gooden, Vumi Mpasi, João Costa (Filipe Mendes, 57), Leandro Filipe, Pedro Santos (Flávio Silva, 72), Amadu Landim e Rodrigo Chaves (Reda Maamar, 57).

Suplentes: Samuel Nóbrega, Filipe Mendes, João Gonçalves, Flávio Silva, Baitik Diushembiev, Pavel Bochkarev, Reda Maamar
Treinador: Sérgio Grilo.

Marítimo: Charles Silva, Coronas, Deyvison, Dirceu, Ghazaryan, Éber Bessa, Jean Cléber, Donald Djoussé (Gevaro, 45), Esquerdinha, Brito (Amido Baldé, 76) e Babá (Dyego Sousa, 59).

Suplentes: Wellington, Maurício, Samuel, Dyego Sousa, Gevaro, Fransérgio, Amido Baldé.
Treinador: Daniel Ramos.

Árbitro: João Matos (AF Viana do Castelo).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Donald Djoussé (45+3).

Assistência: Cerca de 200 espetadores.

Autor: Lusa