Rodolfo Reis criticou duramente a atitude do FC Porto no caso Helton. Após a divulgação do Relatório e Contas (RC) referente à época passada, onde constava que o guarda-redes já não tinha ligação ao clube, o guarda-redes veio a público revelar que desconhecia essa rescisão e que não tinha sido informado pelos dragões. Um dia depois, porém, o brasileiro garantiu ter chegado a um acordo com Pinto da Costa, algo que também mereceu comentário do antigo capitão portista.

"O FC Porto vai ter de fazer uma festa ao Helton o mais depressa possível. Ele merece tudo do melhor, foi mal tratado pelo FC Porto mas depois... Helton diz que foi despedido pelos jornais e 24 horas depois diz que afinal está tudo bem na sequência uma conversa com o presidente, em quem diz confiar muito, e fala num equívoco. Disseram-me, alguém fora do clube, que no RC, onde estão as despesas, que o Helton valia 1,250 milhões e que ele pensou que ia receber aquilo de indemnização. Estavam no direito de dizer que não contavam com ele mas Helton tinha depois de ser tratado principescamente. O FC Porto perdeu os princípios", analisou Rodolfo Reis no programa 'Play-Off', da SIC Notícias.