Face ao iminente regresso de Maxi Pereira à competição, há dois jogadores que passam a estar sob grande pressão. São eles Miguel Layún e Alex Telles. Tendo em conta as opções de Nuno Espírito Santo no início da época, o mais natural seria a saída do mexicano, dado que tem sido ele o dono do lado direito da defesa, mas a verdade é que se trata de um dos jogadores em melhor forma na equipa.

Olhando a que já desempenhou por diversas vezes a função de lateral-esquerdo, não fica colocada de parte a possibilidade de ser Alex Telles o sacrificado. Uma decisão difícil para o técnico, que conta com três elementos de grande qualidade para os corredores laterais, muito embora Maxi ainda necessite de recuperar ritmo. Layún, além de um golo e duas assistências, esteve em todos os jogos.