Nuno Espírito Santo pode apresentar esta noite o onze que bem entender, na medida em que não se registam limitações de qualquer espécie no grupo de trabalho.

Herrera foi o único jogador a constar do boletim clínico da véspera, mas ontem, após o apronto que decorreu à tarde, à porta fechada, o FC Porto informou que o mexicano já tinha ultrapassado os sintomas de gripe e, assim, poderá ser opção no encontro desta noite. Note-se que esta manhã, pelas 11 horas, os dragões voltam a juntar-se no Olival para uma última sessão de trabalho novamente em privado.

Sem tempo a perder face à exigência do calendário, após o jogo desta noite o FC Porto fará um treino de recuperação amanhã, seguindo viagem para a Bélgica na segunda-feira de manhã. Como é hábito, o treino no recinto do adversário, neste caso o Brugge, realizar-se-á ao final da tarde.