A Benfica SAD registou em 2015/16 o melhor resultado financeiro de sempre: um lucro de 20,4 milhões de euros. Foi o terceiro exercício consecutivo positivo da empresa que manda no futebol encarnado, algo inédito no clube.

Os encarnados apresentaram também um recorde de receitas na SAD (211,9 milhões de euros, mais 26 milhões do que na época anterior), bem como no grupo Sport Lisboa e Benfica (236,6 milhões de euros contra 206,3 em 2014/15).

Além disso, o Benfica conseguiu reduzir a dívida bancária em 49,7 milhões de euros, fruto de não ter voltado a pedir dinheiro à banca neste período. As águias mudaram de estratégia e recorrem agora a empréstimos obrigacionistas - fizeram dois entre 1 de julho de 2015 e 30 de junho de 2016.

O passivo situa-se agora em 455,5 milhões de euros (mais 6 por cento do que no exercício anterior), enquanto que o ativo subiu 10,7 por cento, para 476,4 milhões de euros. O capital próprio consolidado da SAD é agora de 20,9 milhões de euros. A SAD dispõe agora de um fluxo de caixa de 30 milhões de euros.


Autor: António Varela