Rui Gomes da Silva apontou o dedo à alegada perda de tempo por parte de Marafona, guarda-redes do Sp. Braga, até ao momento do primeiro golo dos encarnados.

"Mitroglou deve ser médico, porque até o Benfica marcar, o guarda-redes do Sp. Braga estava sempre magoado. Magoou-se duas vezes e perdeu aí 5 minutos em recuperações. Depois do golo, nunca mais se magoou", explicou o vice-presidente do Benfica no programa O Dia Seguinte, da SIC Notícias.

"Mitroglou, com o golo, resolveu o problema do Marafona", concluiu o dirigente.

Autor: Luís Miroto Simões