O Benfica apresentou esta sexta-feira a equipa que vai atacar a época de 2016/17 da Liga de basquetebol e para a qual tem o objetivo primordial de recuperar o título perdido para o rival FC Porto.

Para isso conta com um plantel de 15 jogadores, distribuídos de forma equitativa, ou seja, cinco caras novas (Derek Raivio, Carlos Morais, Damian Hollis, Raven Barber e Nicolas dos Santos), cinco jogadores oriundos da formação do clube (Tomás Barroso, Sérgio Silva, Aljaz Slutej, Veljko Vrankovic e Ricardo Monteiro) e cinco atletas consagrados do basquetebol português (Carlos Andrade, Mário Fernandes, João Soares, Nuno Oliveira e Marko Loncovic).

"O principal objetivo do Benfica é recuperar o título nacional e vencer todas as provas em que está envolvido. A tradição deste clube é ganhar", frisou o técnico Carlos Lisboa, que espera "um campeonato mais competitivo do que o da última época", apesar de ainda não conhecer muito bem todos os plantéis da Liga.


Ainda assim, Lisboa apontou a Oliveirense, CAB Madeira e Vitória de Guimarães como alguns dos principais candidatos a contestar o esperado domínio do Benfica e do atual campeão, o FC Porto.

De momento mais preocupado com o acesso à Liga dos Campeões, Lisboa já projeta o embate de terça-feira, na Luz, contra os italianos do Varese.

"É uma equipa muito forte e com tradição no basquetebol italiano e europeu. Na época passada foi finalista da FIBA Europe Cup, mas vamos lutar para tentar a qualificação para a fase de grupos", salientou o 'timoneiro encarnado'.

Para a nova temporada, há um novo capitão, precisamente o base Tomás Barroso, de 25 anos. "É um privilégio, um orgulho e uma honra ser capitão desta equipa", focou o internacional luso, que recebeu a braçadeira do já retirado e emblemático Diogo Carreira, que passou a secretário técnico da secção de basquetebol.

O internacional angolano Carlos Morais é o nome mais sonante dos reforços para a nova temporada, sucedendo a outras grandes estrelas do basquetebol de Angola que deixaram indelével marca de sucesso na Luz, como foram os casos de José Carlos Guimarães e Jean Jacques.

"Sei da importância que esses jogadores tiveram no Benfica e agora também quero deixar a minha marca nesta equipa", disse o ex-jogador do Recreativo do Libolo, várias vezes campeão africano e angolano de clubes e de seleções, MVP do Afrobasket de 2013 e que protagonizou uma passagem fugaz pelos Toronto Raptors, da NBA, em 2013.

Plantel do Benfica para 2016/17:

Bases: Mário Fernandes, Tomás Barroso, Derek Raivio (ex-Nancy, Fra) e Aljaz Slutej (Benfica B)

Extremos: Carlos Andrade, Carlos Morais (ex-Libolo, Ang), João Soares, Nuno Oliveira, Sérgio Silva (Benfica B), Veljko Stankovic (Benfica B) e Marko Loncovic.

Postes: Raven Barber (ex-Ovarense), Nicolas dos Santos (ex-Boncourt, Sui), Damian Hollis (ex-Brescia, Ita) e Ricardo Monteiro (Benfica B),

Autor: Lusa