Nuno Gomes, atual diretor de formação do Benfica, recordou esta quarta-feira o caminho percorrido por Renato Sanches no Benfica, percurso que o levou ao Bayern Munique esta temporada num negócio de 35 milhões de euros (mais 45 por objetivos), enaltecendo o trabalho levado a cabo no Seixal.

"Temos um trabalho espalhado por todo o país. O Renato foi descoberto por um scout, foi convidado para treinar connosco e impressionou imediatamente. Tinha 10 anos e começou aí o seu processo no Benfica. O Renato vinha de uma família com dificuldades e, por isso, o clube ajudava-o a estar a tempo e horas nos treinos. Primeiro vem a parte mais lúdica na evolução normal e o Renato começou connosco aos 10 e aos 13 foi para o Seixal. Depois foi iniciado, juvenil, junior, esteve na equipa B. Em 4 anos, chegou à equipa principal. Outros chegaram e foram logo vendidos no primeiro ano de seniores, outros estão a chegar agora", afirmou o antigo jogador no Fórum Nacional do Desporto, no Hotel Dom Pedro, em Lisboa. 

José Gomes foi também motivo de análise de Nuno Gomes. o jovem campeão europeu sub-17, entrou em campo para disputar os últimos oito minutos do Benfica-Sp. Braga, de segunda-feira, e foi aplaudido de pé.


"O Benfica tem evoluído muito nestes 10 anos de Seixal. A presença do Zé Gomes na equipa principal é motivo de orgulho. Mas também ele vai continuar a estudar e vamos acompanhar a vida académica dele para que cumpra, pelo menos, os mínimos exigidos".

Nuno Gomes: «Renato Sanches impressionou no primeiro treino»

Nuno Gomes: «Renato Sanches impressionou no primeiro treino»


Autores: Pedro Gonçalo Pinto e Sofia Lobato