Rui Gomes da Silva garantiu esta segunda-feira que informou Luís Filipe Vieira por escrito de que não poderia estar presente na apresentação da recandidatura à presidência do Benfica. Ainda assim, o líder encarnado procurou o ainda vice-presidente entre os presentes e, não o encontrando, dedicou-lhe um aplauso.

Vieira pediu salva de palmas para Rui Gomes da Silva
"Tive o cuidado de, por razões pessoais, informar o presidente Luís Filipe Vieira de que não poderia estar presente, onde aliás tentei tudo para estar. Depois percebi que ele não terá tido oportunidade de ler o meu aviso e foi por isso que andou à minha procura", referiu Gomes da Silva no programa O Dia Seguinte, da SIC Notícias.

O dirigente assegurou ainda que sai a bem da direção das águias: "Sei que estão habituados que as pessoas saiam sem ser no fim de um ciclo, saiam em rutura… Em relação a mim não foi nada disso que aconteceu. Agradeço as palavras elogiosas do presidente".

Por fim, o 'vice' encarnado deixou claro que não sai para ser oposição a Vieira, até porque o presidente sempre respeitou as suas opiniões: "Não fui para vice-presidente do Benfica por ter sido da oposição nem saio para ser da oposição. Sempre tive autonomia porque não consigo estar sem liberdade de pensamento. E essa liberdade foi perfeitamente respeitada por Luís Filipe Vieira".

Autor: Luís Miroto Simões