Uma rubrica sensível das contas da Benfica SAD é a dos gastos com pessoal, que na última época subiu 3,1%, de 59,607 milhões de euros para 61,456 milhões de euros.

Esta alteração deve-se à mudança da política de remunerações, que privilegia o pagamento de prémios variáveis, em função do rendimento. Com as vitórias no campeonato nacional, na Taça da Liga e a presença nos ‘quartos’ da Champions o valor disparou.