Com os golos apontados ontem, Mitroglou e Pizzi assumiram o estatuto de bestas-negras do Sp. Braga em pouco mais de um ano. Nos cinco confrontos diretos (três para a Liga, um para a Taça CTT e outro para a Supertaça) efetuados neste lapso temporal, os encarnados marcaram 15 golos aos minhotos, tendo o grego apontado 5 (só esteve em quatro jogos) e o português 4. No jogo de ontem, a dupla selou a sociedade com um golo de Mitroglou a passe de Pizzi, depois de qualquer deles já ter feito o gosto ao pé.

Mitroglou, importantíssimo no ‘tri’ benfiquista, regressou aos golos na Luz, cerca de cinco meses e meio depois. A última vez que o grego faturara em casa fora precisamente frente aos bracarenses, então comandados por Paulo Fonseca, na goleada encarnada por 5-1 – o ponta-de-lança fez 2 golos na noite de 1 de abril deste ano.

Igualmente impressionantes são os números de Pizzi que, não sendo um goleador, parece ter escolhido os arsenalistas para mostrar que tem boa pontaria. O médio das águias, que também só esteve em quatro dos últimos cinco jogos entre ambos (tal como o companheiro, só falhou a Taça CTT), apresenta a particularidade de ter feito um golo em todos os jogos que fez.

Autor: Rui Dias