Augusto Inácio questionou a mudança de palco do 1.º Dezembro-Benfica, do Campo Conde de Sucena para o António Coimbra da Mota, sublinhando que não entende a mesma pelo facto de o Sporting e Sp. Braga já lá terem atuado e por considerar que o recinto da equipa sintrense reúne condições.

"A FPF criou novas regras em que as equpas que entram na 3.º eliminatória têm de jogar fora mas os clubes têm de dar garantias de que esses jogos vão ser nos seus estádios. O do Gafanha não conheço, portanto não vou falar. Quando foi o sorteio o presidente do 1.º Dezembro disse que era uma honra sair o Benfica, o Benfica disse que era uma honra ir a Sintra e à última da hora o jogo foi no Estoril. Depois, mais curioso ainda, o 'vice' do Benfica Rui Cunha, em pleno estádio, oferece a receita e o presidente do 1.º Dezembro pegou no microfone e agradeceu o gesto. Não esqueço que o Sporting e Sp. Braga já jogaram no 1.º Dezembro e a pergunta que faço é se não houvesse a receita para o 1.º dezembro se o jogo se disputaria no Estoril. Não falo do Gafanha porque desconheço o seu estádio, mas conheço o campo do 1.º Dezembro", afirmou o antigo jogador, treinador e dirigente do Sporting no programa 'Play-Off', da SIC Notícias.