A Académica, da 2.ª Liga, eliminou este domingo o primodivisionário Belenenses da Taça de Portugal ao vencer por 2-0, em jogo da terceira ronda da prova, disputado em Coimbra.

Com um golo apontado em cada parte, aos 37 minutos, por Marinho, e aos 64 por Dinis, na própria baliza, a 'briosa' desperdiçou ainda uma grande penalidade por Kaká aos 21 minutos.

Apesar de ter sido mais dominador, sobretudo na segunda parte, a equipa lisboeta não conseguiu impor-se aos 'estudantes', que criaram as melhores oportunidades de golo e souberam anular o ataque adversário.

O Belenenses foi a primeira equipa a criar perigo, aos oito minutos, mas João Real antecipou-se a Gerso e evitou uma situação em que o jogador da 'cruz de Cristo' ficava isolado.

Aos 20 minutos, a Académica beneficiou de uma grande penalidade, na sequência do derrube do guarda-redes Joel a Pedro Nuno, mas na marcação o brasileiro Kaká atirou à trave da baliza.

Três minutos depois, Pedro Nuno isolou-se mas o guarda-redes adversário defendeu o remate.

O golo da Académica surge aos 37 minutos, num grande trabalho do 'capitão' Marinho, que recebeu a bola próximo da linha de grande área, contornou um defesa e atirou para o fundo das redes.

A equipa de Belém poderia ter empatado aos 41 minutos por Abel Camara, que, isolado diante de José Costa, permitiu que o guarda-redes da 'briosa' desviasse o remate rasteiro e levasse a bola a 'beijar' o poste.

Apesar da entrada mais dominadora do Belenenses na segunda parte, foi a Académica a criar perigo, aos 47 minutos, num remate de Rui Miguel que saiu ao lado.

A equipa lisboeta esteve novamente perto da igualdade, aos 54 minutos, num cabeceamento de Gonçalo Brandão, que passou a rasar o poste da baliza de José Costa, que hoje substituiu Ricardo Ribeiro.

Dez minutos depois, a 'briosa' aumentou a vantagem por Dinis, que marcou na própria baliza, na sequência de um cruzamento de Marinho, que beneficiou do desentendimento do defesa com o guarda-redes Joel, que também mereceu a confiança na partida em detrimento do habitual titular Ventura.

O médio Pedro Nuno teve nos pés o terceiro golo dos 'estudantes', mas, completamente isolado, atirou ao lado, quando pretendia meter a bola em jeito na baliza adversária.

O Belenenses nunca baixou os braços e tornou-se mais dominador em busca de outro resultado, mas sem criar ocasiões claras de golo.

Jogo no Estádio Cidade de Coimbra, em Coimbra.

Académica - Belenenses, 2-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Marinho, aos 37 minutos.

2-0, Dinis, 64 (na própria baliza).

Equipas:

- Académica: José Costa, Nii Plange, Diogo Coelho, João Real, Makonda, Fernando Alexandre (Tom, 84), Kaká, Pedro Nuno (Nuno Piloto, 68), Marinho, Traquina e Rui Miguel (Tozé Marreco, 79).

(Suplentes: João Gomes, Tom, Nuno Santos, Ernest, Alfaiate, Nuno Piloto e Jimmy).

Treinador: Costinha.

- Belenenses: Joel, João Diogo, Dinis (Domingos Duarte, 73), Gonçalo Brandão, Florent, João Palhinha (Uri, 46), André Sousa, Luís Silva (Andric, 46), Sturgeon, Gerso e Abel Camara.

(Suplentes: Ventura, Uri, Tiago Caeiro, Betinho, Domingos Duarte, Mica Pinto e Andric).

Treinador: Quim Machado.

Árbitro: João Pinheiro (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luís Silva (30) e Rui Miguel (50)

Assistência: 1.502 espectadores.

Autor: Lusa