O Desportivo de Chaves seguiu este domingo em frente na Taça de Portugal, ao vencer o União da Madeira com um golo solitário de Perdigão, em jogo da terceira eliminatória, disputado na Ribeira Brava.

Um golo de Perdigão obtido na segunda metade, aos 61 minutos, após a partida ter sofrido uma interrupção pela intensa chuva que se abateu sobre o recinto, foi o suficiente para a equipa flaviense seguir para a quarta ronda da Taça de Portugal.

Os flavienses entraram com todo o fulgor e, logo aos dois minutos, criaram uma excelente oportunidade, com Battaglia a surgir solto de marcação no interior da área, mas Nilson opôs-se com qualidade.

Com o passar dos minutos, os madeirenses foram equilibrando, numa primeira parte de muita luta e entrega por parte dos intervenientes.

U. Madeira-Chaves teve de ser interrompido por causa disto...
Aos 25 minutos, o Desportivo de Chaves esteve perto do golo, novamente com Battaglia como interveniente, num potente remate de longe que embateu na barra da baliza à guarda de Nilson.

O União da Madeira apenas assustou António Filipe na marcação de um livre, aos 37 minutos, por Rúben Lima sustido sem grande dificuldade pelo guardião visitante.

Logo ao segundo minuto da etapa complementar, a partida foi interrompida, face à intensa chuva que se abateu abruptamente sobre o Complexo Desportivo da Ribeira Brava. A partida foi reatada 25 minutos depois.

Aos 60 minutos, o União da Madeira desfrutou da sua primeira grande oportunidade, negada por António Filipe a Mica Silva. Na resposta, os flavienses adiantaram-se no marcador, numa jogada envolvente, finalizada com um remate colocado de Perdigão.

Se a primeira parte tinha tido muita entrega, tudo se acentuou na segunda, com o piso muito mais pesado a isso obrigar. As equipas passaram a atuar com um futebol mais direto, mas apesar de alguns lances de perigo, para ambas as balizas, o resultado não sofreu qualquer alteração até final.

Jogo no estádio do Centro Desportivo da Madeira.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador: 0-1, Perdigão, 61 minutos.

União da Madeira: Nilson, Tiago Moreira, Jaime Simões, Allef Nunes, Rúben Lima, Gian Martins, Ryan Ramos (Kwame N'sor, 73), Rodrigo Henrique, João Caminata (Talles, 65) Mica Silva (Rafael Barbosa, 84) e Rafael Porcellis.

Suplentes: Tony, Carlos Manuel, Kwame N'sor, Talles, Rafael Barbosa, Kusunga e Marco Túlio.
Treinador: Filó.

Desportivo de Chaves: António Filipe, Paulinho, Fábio Santos (Carlos Ponck, 42), Leandro Freire, Nélson Lenho, Assis, Battaglia, Perdigão (Fábio Martins, 84), Hamdou Elhouni (William, 57), Braga e Rafa.

Suplentes: Ricardo, Vukcevic, Patrão, Pedro Queirós, Carlos Ponck, Fábio Martins e William
Treinador: Jorge Simão.

Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Leandro Freire (27), Allef Nunes (49), Rafa (90) e Rodrigo Henrique (90+2).

Assistência: Cerca de 300 espetadores.

Autor: Lusa