O Boavista qualificou-se este sábado para a quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, ao vencer no terreno da União de Leiria por 2-0, na estreia de Miguel Leal no comando dos axadrezados.

O Boavista desde cedo demonstrou ser superior à União de Leiria, que só se aproximava da baliza contrária através de lances de bola parada, e, assumindo a sua condição de primodivisionário, fez dois golos muito cedo e pôde controlar o encontro sem problemas.

A União de Leiria, do Campeonato de Portugal e que tinha afastado o Portimonense da prova, foi sendo empurrada para a sua zona defenseiva e teve alguma dificuldade em sacudir a pressão do adversário, que inaugurou o marcador logo aos nove minutos, quando Carraça cruzou a bola para Iuri, que rematou para a baliza, tendo a bola embatido em Rukas antes de entrar.

Ainda os leirienses estavam a tentar reagir ao golo, quando num canto de Carraça, Lucas cabeceou, surpreendendo Wilson, que deixou a bola passar entre as mãos.

Aos 19 minutos, Kaká tentou a sua sorte com um remate do meio do meio-campo e quase conseguia o 2-1, mas a bola embateu no poste esquerdo de Aghayev.

Sempre com dificuldade em sair para o ataque, até porque o Boavista a travava qualquer ofensiva mesmo com recurso à falta logo à saída do meio-campo, os leirienses ainda somaram um novo contratempo.

O avançado Ernest viu o cartão vermelho direto, por falta sobre Henrique, num lance em que saltou com o adversário e acabou por o atingir na face.

Sem nada a perder, a União de Leiria entrou na segunda parte com vontade de chegar ao logo. Aos 48 minutos, André Azevedo, com um cruzamento do lado direito, obrigou Aghayev a defesa para canto. Na marcação do canto, Rukas cabeceou para a defesa incompleta do guarda-redes, mas Jorginho não chegou para a emenda.

Mesmo com menos um jogador, a reorganização da União de Leiria fez 'esquecer' a expulsão de Ernest, conseguindo apostar no contra-ataque para chegar à baliza contrária, mas sem grande eficácia.

O Boavista também desacelerou e permitiu mais facilidades aos leirienses, que mesmo assim não tiveram argumentos para chegar ao golo.

Jogo no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria.

U. Leiria-Boavista, 0-2.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:
0-1, Iuri, 9 minutos
0-2 - Lucas, 16 minutos

Equipas:

- União de Leiria: Wilson, Brigues, Anilton, Rukas, Kaká, Tony Correia, Fábio Pereira (João Coimbra, 83), Diego (Afonso Caetano, 75), André Azevedo, Ernest e Jorginho (Kevyn, 64).

(Suplentes: Ricardo, Denis, Pepo e Amessan).

Treinador: Nuno Kata.

- Boavista: Kamran Aghavev, Mesquita, Henrique, Lucas, Talocha, Idris (Tengarrinha, 84), Fábio Espinho, Carraça, Erivelto (Shembri, 72), Iuri e Bukia (Renato Santos, 66).

(Suplentes: Meira, Anderson, Digas e Philipe Sampaio).

Treinador: Miguel Leal.

Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ernest (36), Carraça (52), Henrique (57) e Mesquita (90). Cartão vermelho direto para Ernest (40 minutos).

Assistência: Cerca de 1.200 espetadores.

Autor: Lusa