O Tondela qualificou-se este domingo para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, ao vencer fora o Sertanense por 4-0, com golos de Wagner, Erick Moreno, Jhon Murilo e Crislan.

Num jogo que decorreu em tom vivo e com perigo para ambas as balizas, a formação de Tondela não facilitou perante a equipa do Campeonato de Portugal (terceiro escalão) e adiantou-se no marcador logo aos oito minutos, através de Wagner, com um remate frontal e já dentro da área.

Numa incursão pela direita do seu ataque, Fernando Ferreira cruzou para o remate de Erick Moreno, tendo um defesa do Sertanense evitado o golo. Na recarga, no entanto, Wagner não perdoou.

Os lances de perigo repartiam-se pelas duas equipas, mas sempre com sinal 'mais' por parte da equipa forasteira, orientada por Petit. A supremacia no meio campo e as rápidas incursões dos avançados do Tondela faziam a diferença perante o Sertanense, equipa que ocupa o primeiro lugar da Série E do Campeonato de Portugal, sem conhecer qualquer derrota.

A equipa da casa reagiu bem ao golo sofrido e, no minuto seguinte ao golo sofrido, colocou o guarda-redes do Tondela à prova. Ao livre direto e frontal cobrado com força e colocação por Martelo, respondeu Cláudio Ramos com a defesa da tarde.

Com o jogo dividido, foi a equipa do escalão maior a dilatar a vantagem, aos 17 minutos, com o avançado Erick Moreno a aproveitar a oportunidade de golo. Cáudio Ramos bateu a bola para o meio-campo adversário, onde surgiu Wagner a ganhar o lance de cabeça para aparecer Erick Moreno a finalizar.

Até ao final do primeiro tempo, registo para mais algumas oportunidades da equipa orientada por Petit e para as tentativas do Sertanense de sair a jogar e praticar futebol apoiado. Não se registaram mais golos, com uma primeira parte de bom futebol e em que a equipa do escalão principal afirmou a sua superioridade individual e coletiva.

A equipa da casa entrou no segundo tempo decidida a disputar o resultado e, aos 52 minutos, dispôs da melhor oportunidade em todo o jogo. Num rápido contra ataque, Martelo surgiu isolado frente ao guarda-redes do Tondela, mas remate saiu ao poste.

Na jogada que se seguiu, os homens do Tondela alargam a vantagem para três golos. Rápida incursão pelo lado direito com Jhon Murilo, recém-entrado no jogo, a rematar forte e cruzado.

Com 3-0 no marcador, o Tondela foi gerindo a vantagem e a melhor condição física, tendo carimbado a passagem à quarta ronda da Taça com mais um golo, de Crislan, nos minutos de compensação dados pelo árbitro.

Vitória justa do Tondela, pela supremacia que evidenciou, num jogo bem disputado pelo Sertanense, que justificava o 'golo de honra' pelo futebol e atitude patenteados.

Jogo no Campo de Jogos Dr. Marques dos Santos, na Sertã.

Sertanense - Tondela, 0-4.

Ao intervalo: 0-2.

Marcadores:

0-1, Wagner, 08 minutos.

0-2, Erick Moreno, 17.

0-3, Jhon Murilo, 53.

0-4, Crislan, 92.

Equipas:

Sertanense: Miguel, Pedro, Kelvin, Grinood (Ká, 55), Mauro (Ruizinho, 69), Romão, Angola, Danilson, Rúben, Tito, Martelo (Amâncio, 84).

(Suplentes: Ravi, Kaká, Ruizinho, Samir, Sérgio, Ká, Amâncio).

Treinador: Gonçalo Monteiro.

Tondela: Cláudio Ramos, Kaká, Dylan Flores (Crislan, 60), Helder Tavares, Jailson, Fernando Ferreira, Erick Moreno (Claude, 76), Pité, Wagner, Rafael Amorim, Murilo (Jhon Murilo, 45).

(Suplentes: Miguel Batista, Claude, Correia, Jhon Murilo, Crislan, David Bruno, Vitalii).

Treinador: Petit.

Árbitro: Vasco Santos (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Jaíson (14), Rafael Amorim (31), Dylan Flores (45) e Rúben (63).

Assistência: Cerca de 500 espectadores.

Autor: Lusa