O presidente do 1.º Dezembro não deixa sem resposta Augusto Inácio, que domingo no programa 'Play-Off', da SIC Notícias, questionou "se não houvesse a receita para o 1.º Dezembro se o jogo se disputaria no Estoril", referindo-se à mudança do estádio do jogo da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal frente ao Benfica do Campo Conde de Sucena para o António Coimbra da Mota, no Estoril.

"Augusto Inácio está no futebol há muitos anos, sabe qual é a realidade dos clubes pequenos e para ter esse discurso num programa de televisão deve ser para mandar algum recado, mas eu não sou moço de recados", afirmou José Francisco Gomes a Record.

"O clube encontra-se com uma situação financeira muito débil. Ora para se tratar da organização do jogo o 1.º Dezembro teria de avançar logo com dinheiro e se não tínhamos nem para pagar a luz... quando mais para pagar à polícia, para fazer obras, colocar cadeiras, ter três entradas no estádio... não tínhamos condições, era impossível. O Sporting e o Sp. Braga já cá jogaram, como diz Augusto Inácio, mas isso foi há 12 anos e as regras entretanto sofreram alterações", argumentou.

José Francisco Gomes sublinha: "só às 19h30 é que soubemos que o Benfica nos dava a receita, por isso fiz o agradecimento público. Não temos nada a esconder."



Autor: Marta Correia Azevedo