Pepa lamentou a eliminação deste domingo na Taça de Portugal aos pés do Vizela, salientando que a sua equipa foi demasiado perdulária.

"A eliminação é uma frustração. Temos feito e procurado tudo para voltar às vitórias, temos sido uma equipa com bola, oportunidades, bolas no poste, mas sem fazer golos. Já nem é falta de eficácia, tem sido por demais o que se falha. Depois pagámos caro um dos poucos erros que tivemos, perdemos a bola e o Vizela acabou por marcar. Não ganha quem tem mais bola, mais oportunidades e quem faz mais, mas quem marca golos", explicou o treinador.

Apesar de derrotado por uma equipa da 2.ª Liga e de este ter sido o sexto desaire consecutivo dos cónegos, o técnico diz-se de pedra e cal no cargo: "Sem dúvida que tenho condições para continuar, até porque a qualidade de jogo não é má, mas a falta de eficácia. Parabéns ao Vizela. O estado de espírito é duro mas sem deixar de acreditar no que estamos a trabalhar. Não há falta de motivação, mas sim de confiança, pelo que fazemos e não marcamos. Só há um caminho: levantar a cabeça".

Autores: Lusa e Luís Miroto Simões