Ainda sem perceberem muito bem como é que deixaram os três pontos fugir para o Feirense, os jogadores do Boavista abandonaram o relvado cabisbaixos. Fábio Espinho foi o rosto da desilusão coletiva. "Estamos muito tristes. Fomos os únicos a querer ganhar este jogo. O Feirense fez o jogo que lhe convinha, com muitas paragens, sobretudo depois do primeiro golo", comentou o médio-ofensivo.

Experiente, Fábio Espinho saiu em defesa de Lucas: "Ainda não soou o alarme. Faltam muitos jogos... Sofremos dois golos em erros coletivos e não individuais. Não vamos culpar o Lucas. Somos uma equipa." Refira-se que o FC Porto teve um emissário nas bancadas do Bessa.